TCC - Antropologia - Diversidade Cultural Latino-Americana

URI Permanente para esta coleção

ILAACH - Centro Interdisciplinar de Antropologia e História - Bacharelado em Antropologia

Navegar

Submissões Recentes

Agora exibindo 1 - 20 de 77
  • Item
    O fenômeno do suicídio na população Ava-guarani de Añhatete.
    (2024) Reame, Cauê Duarte
    O trabalho foi feito a partir da permanência na comunidade de Anhetete, sendo a pesquisa de cunho qualitativo com entrevistas e dados coletados para o entendimento do fenômeno do suicídio, buscando compreendê-lo tanto em nossos termos quanto nos termos indígenas. A pesquisa evidencia a natureza multifacetada do fenômeno, indicando que é uma consequência de situações sociais complexas e ataques as estruturas da sociedade guarani, o fenômeno é tanto coletivo como individual porém, o rompimento das estruturas que compõem a formação do ser guarani (devir), se mostra central no suicídio. Este sendo um problema comum na modernidade, ganha dimensões completamente novas no mundo indígena, compreender a cosmovisão guarani, tanto quanto suas estruturas de perpetuação e percepção sobre o tema, se torna a chave para entender o fenômeno do suicídio e suas elevadas taxas no mundo originário.
  • Item
    Entre escapismos e reducionismos: branquitude e o debate étnico-racial nos currículos das licenciaturas na UNILA.
    (2024) Garcia, Maria Beatriz Barmaimon
    A presente pesquisa reflete sobre a relação entre a estrutura de poder da branquitude e a implementação de políticas públicas relativas à Educação para as Relações Étnico-Raciais - ERER, a fim de compreender como esta última é abordada nos currículos de cursos de licenciatura da Universidade Federal da Integração Latino Americana - UNILA, da área de Humanidades. Tal estudo parte de conceitos essenciais como o de Contrato Racial, colocado por Charles Mills como o acordo que organiza a sociedade em torno da raça e o de Dispositivo de Racialidade, descrito por Sueli Carneiro como a forma pela qual se estabelecem as relações, que se tornam, dentro do contrato, todas relações raciais. Soma-se a estes dois, o conceito de Epistemologia da Ignorância, a fim de explicar o processo de construção de conhecimento legitimado e de interpretação do mundo, dentro do Contrato Racial. A partir disto, avaliaram-se documentos oficiais do âmbito da educação, como leis, pareceres e resoluções, refletindo-se, a partir de sua redação, sobre a maneira como relatam e se posicionam em relação à obrigatoriedade da ERER. Tal avaliação foi então contrastada com a experiência de alguns licenciados, a partir de entrevistas, abarcando a realidade das práticas educacionais. Por último considerou-se o aspecto subjetivo do currículo, como consequência tanto dos conteúdos como das práticas pedagógicas que giram em torno da ERER, considerando sua importância para a reflexão educacional e do âmbito dos estudos raciais, com ênfase nos estudos críticos da branquitude.
  • Item
    La lucha campesina sueño de una revolución un análisis etnográfico de la historia de las FARC-EP en el post-acuerdo colombiano (1960-2021).
    (2023) Sánchez Medina, Lina Daniela
    Esta investigación analiza el proceso en que un grupo de campesinos/as tomó las armas, se organizó como guerrilla en respuesta a la violencia del Estado, constituyendo a las Fuerzas Armadas Revolucionarias de Colombia Ejército del Pueblo – FARC-EP y se mantuvieron en un conflicto armado por más de cinco décadas. Se investiga si en ese transcurso de tiempo ese grupo de campesinos, que habían tenido un cambio socio-político y cultural después de la época de la Violencia, fue construyendo comunidad y una cultura propia, como comunidad y cultura fariana. Para esto, se realizó una etnografía a partir del análisis de la cultura campesina, cómo se dan cambios en el antes, el durante y el después del conflicto; con observación participante y entrevistas a los exguerrilleros/as actualmente ubicados en el Espacio Territorial de Capacitación y Reincorporación – ETCR, Carlos Perdomo, en Caldono, Cauca. También se toma en el análisis bibliográfico textos escritos por los mismos actores del conflicto, así como textos de análisis académicos que se han ido elaborando en relación a este fenómeno de estudio.
  • Item
    Haiti, uma herança africana, e o Vodou, sua identidade uma nova narrativa do poder político e seus conflitos sociais e culturais.
    (2021) Nelson, Johnny
    Este trabalho de conclusão de curso é em parte uma leitura metódica e uma reflexão preliminar sobre discursos, conceitos e teorias a respeito do Haiti e do processo histórico da escravização, repertoriando seus pontos traumáticos e pós-traumáticos, contrapondo a epistemologia no qual consiste em promover a inferiorização da raça e de seus autores negrofóbicos do século da luz. É um trabalho antropológico, incluindo participação, inclusão, saída de campo, observações e entrevistas, que me permitirão de ver e entender, em que nível os originais do Haiti aceitam a sua herança cultural e expressam sua identidade vodu. A partir da revisão teórica e dos dados recolhidos dessa prática antropológica, enxergo uma análise das estruturas e dos sistemas de Estado-Nação, considerando a ponte entre a escravização e à nação, ou simplesmente, qual foi a técnica que relaciona o poder antigo escravocrata do novo poder nacional. Os resultados das análises, enquetes e revisão teórica cujas referências serão encontradas justamente na bibliografia geral do trabalho, levam a entender o porquê da autonegrofobia, e como ela foi implantada. Este trabalho é enfim uma prescrição, a partir desse reconhecimento, em que direção devemos nos dirigir enquanto esse grande povo que somos, se queremos de novo conhecer a luz da paz e do progresso, já que somos os herdeiros do presente e os gigantes do futuro. O Haiti, não tem outro salavação senão através da cultura de nossos antepassados. O Vodu é, de acordo com seus seguidores conscientes, o nosso motor de liberdade, a nossa plataforma de desenvolvimento, a nossa visão do mundo, a nossa memória coletiva. É preciso ter a consciência disso para que tudo mude, pois o Vodu é a totalidade da cultura haitiana e não apenas uma parte dela, transformando-a em uma vida ritualística feita de cantos, pontos e devoção aos Lwas. Ao contrário, é muito mais do que isso. Que o grande Olohum e os espíritos de nossa mãe e de nosso pai, junto com os invisíveis acompanham vossos passos. Axé!
  • Item
    Essa skin dá mais dano: netnografia sobre o porquê dos jogadores de League of Legends (LOL) comprarem skins
    (2023) Nascimento, Bruno Moll do
    Esse trabalho tem como objetivo entender o motivo que leva os jogadores de League os Legends a gastarem dinheiro real com skins, roupas para personagens virtuais que não oferecem qualquer vantagem no jogo e tem como função apenas mudar a aparência dos personagens. Para isso, foi realizada uma netnografia, seguindo os preceitos básicos da antropologia, buscando ir a campo, no caso, jogar o jogo e conversar com jogadores sobre suas experiências dentro do jogo e com skins. Entender como o jogo funciona é essencial para entender a lógica por trás das relações existentes entre jogadores reais e personagens fictícios. Como método de pesquisa, foi utilizada a observação participante, não só dentro do jogo, mas em redes sociais, lives e vídeos e até mesmo participação presencial em eventos oficiais. Foi entendido que a compra de skins vai muito além de uma mera compra lúdica, pois envolve sentimentos e emoções que os jogadores acabam desenvolvendo pelos personagens. As formas como essas afetividades entre jogador/personagem se desenvolvem é muito pautada pelo formato como não só o jogo, mas toda a marca de League of Legends interage com seus jogadores, tanto dentro quanto fora do ambiente virtual. As skins acabam por se torarem a forma mais fácil e expressiva desses jogadores de expressarem seus afetos e alcançarem ao mesmo tempo um sentimento de prazer por estarem jogando com determinados campeões.
  • Item
    A coleta de reciclagem: um trabalho marginal ou um trabalho que ajuda as pessoas que vivem desta profissão!
    (2023) Velasquez Valero, Jose Estiven; Rosa, Waldemir
    Nessa pesquisa realizei uma análise sobre o trabalho dos catadores de resíduos em Foz do Iguaçu/PR e a maneira como eles vivem, com base na etnografia realizada na COAAFI - Cooperativa de Agentes Ambientais de Foz do Iguaçu. Estas informações foram levantadas entre os anos de 2022 a 2023, principalmente no barracão localizado no bairro de Porto Belo de Foz do Iguaçu. Sustento o trabalho principalmente na observação e participação no cotidiano do trabalho dos catadores de materiais recicláveis, e as mudanças ocorridas no local de trabalho durante o tempo do trabalho de campo, como ponto para uma análise do trabalho e a maneira como vivem os cooperados a partir de seu trabalho no barracão. Utilizei método qualitativo, pois meu trabalho está baseado em dados coletados em campo por meio de uma observação participante. O objetivo alcançado consiste principalmente em reconhecer a importância do trabalho dos catadores para a gestão de resíduos sólidos na cidade através da triagem e a coleta seletiva, como também evidenciar a maneira como os cooperados vivem a partir do trabalho que realizam no barracão de Porto Belo. Isso através de algumas fotografias registradas que apresentam alguns desses elementos mencionados.
  • Item
    Recorte etnográfico de los desafíos de estudiantes extranjeros de la UNILA y su insercion al mercado laboral de Foz de Iguazú
    (2023) Medina Diaz, Alisson Dalila; Araújo, Danielle Michelle Moura de
    O presente trabalho de conclusão de curso apresenta os resultados da pesquisa sobre os desafios enfrentados pelos estudantes estrangeiros da UNILA e sua integração no mercado de trabalho em Foz do Iguaçu. A pesquisa aborda dois temas principais: a internacionalização do ensino superior na América Latina e o processo de adaptação dos estudantes estrangeiros na cidade e na universidade. A metodologia utilizada foi a etnografia, com uma abordagem quanti-qualitativa na coleta de dados, envolvendo diálogos com estudantes de diferentes cursos da UNILA. Os resultados evidenciam que, apesar das políticas de assistência estudantil, os estudantes estrangeiros que chegam a Foz do Iguaçu enfrentam um desafiador processo de adaptação cultural, social e acadêmica. A situação dos estudantes estrangeiros que precisam trabalhar para poder estudar revela condições de vida precárias, como a falta de moradia adequada, superlotação e insegurança alimentar. Reconhecemos que desafios semelhantes podem afetar estudantes brasileiros de outros estados, mas é importante ressaltar que os estudantes estrangeiros, devido à exploração no trabalho e à falta de domínio do idioma, frequentemente enfrentam uma carga mais intensa. No entanto, destacam-se os movimentos autônomos dos estudantes, que enriquecem a experiência de integração e cooperação. Além disso, enfatizamos a necessidade de a instituição fornecer estruturas adequadas, como um restaurante e alojamento universitário, para aliviar os estudantes das preocupações com alimentação e moradia, permitindo que estabilizem suas condições de vida. As condições adequadas para estudar e permanecer em Foz do Iguaçu é a condição primeira que os estudantes deveriam experimentar, para que possam realizar e concretizar pela via do conhecimento a integração latino-americana.
  • Item
    El movimiento feminista y de mujeres paraguayas por el fin de la violencia: rescate antropológico del proceso de creación de las leyes de combate a la violencia basada en género en Paraguay
    (2023) Acosta Mareco, Dea Valentina; Schneider, Élen Cristiane; Carrón, Rodrigo Juan Villagra
    Esta investigación tiene el fin de realizar una historiografia, como rescate antropológico, de las violencias y resistencias del movimiento feminista y de mujeres en Paraguay. Entre los objetivos se encuentran; entender el proceso de construcción histórica y simbólica de las mujeres paraguayas y la Violencia Basada en Género (VBG) en Paraguay, describir el proceso de organización y conquista de los movimientos de mujeres y feministas paraguayas para la creación y promulgación de las leyes de combate a la VBG en Paraguay; y contrastar con la realidad actual de aplicación en territorio. La metodología consiste en la revisión bibliográfica y documental, descripción etnográfica, aplicación de 11 entrevistas semiestructuradas y análisis de contenido a referentes que hayan participado del proceso de construcción de las normativas y funcionarios públicos que realizan atención directa a casos de violencia. Se propone así, iniciar una reflexión conjunta sobre el rol del Estado desde la prevención, atención y protección ante casos de violencia, para generar un diálogo sobre la necesidad de un abordaje integral, humanizado y con perspectiva de género.
  • Item
    “Entre Mohánes, Espiritus y Entierros”: una aproximación antropológica a las relaciónes entre humanos y “no humanos”, en las narrativas campesinas de la comunidad de Cañaflechal, en el Urabá, Antioqueño
    (2023) Ritore Perez, Juan Camilo; Araújo, Danielle M. Moura de
    En el presente trabajo etnográfico, me propuse estudiar las narrativas de los ancianos de la comunidad de Cañaflechal, en el municipio de Necoclí, Antioquia. Un pequeño caserío de pescadores y campesinos del que soy Nativo. Estos relatos comprenden un entramado mundo, en el que los campesinos a través de su interacción con el medio en el que habitan, reconocen la existencia de una serie de seres “no humanos” que ellos llaman Aparatos y Entierros. Estas figuras corresponden a los “Mohánes, el Gritón y Espíritus de la montaña”. Así como una serie de espíritus que proliferan en Semana Santa, y que a partir de luces que surgen de la tierra, indican el lugar donde están ubicados los “Entierros o Guacas” que, en otro tiempo, dejaron los indígenas y los colonizadores españoles, que ocuparon el territorio. Todas estas formas de interacción entre el campesino, el medio que habitan y los “no humanos”, produce una narrativa especial del territorio. Esta visión de su mundo, es propiamente el objeto de estudio que aquí abordaré, como una forma de aproximarme a la idea de entender el fenómeno humano. En tal sentido, la cotidianidad del campesino de Cañaflechal, es dotada de símbolos y significaciones, que finalmente establecen lo que Geertz define como cultura, observando al hombre como “un animal inserto en tramas de significación que él mismo ha tejido”. (Geertz, 2001) Las narrativas seran analisadas teoricamente desde el perspectivismo ameríndio, de Eduardo Viveiros de Castro. En este abordaje, los colectivos indigenas conciben que el mundo, és habitado por personas humanas y no humanas, cuyas formas de ver y verse, suponen perspectivas diversas, dentro del entramado simbólico que produce la cultura. Con esta aproximación a un estudio sobre la concepción del mundo, que es Cañaflechal, se propone una aplicación de la idea del perspectivismo amerindio, en otros escenarios comunes a las cosmovisiones indígenas, en las que, está presente igualmente las nociones de cultura/naturaleza. Finalmente, además se busca demostrar con esta investigación, la viabilidad de realizar un trabajo etnográfico en un territorio familiar, postulando la idea de dotar a este. de un sentido próximo a la extrañeza, consiguiendo observar con otros ojos. lo que es cercano.
  • Item
    Conhecimento Ancestrais dos Magüta no Enfrentamento da Covid-19 através das Plantas Medicinais
    (2023) Coelho, Nekinha Moçambite
    Os Magüta, segundo sua autodenominação, é um povo indígena da região Amazônica, conhecido também por Ticuna, abarcando territórios brasileiro, peruano e colombiano. Nosso objetivo é analisar como parte desse povo que vive em território brasileiro, tem utilizado seu conhecimento ancestral no enfrentamento da Covid-19, recorrendo às plantas medicinais. O uso de plantas no ratamento de saúde é recorrente nesse povo, essa tradição despertou interesse científico, levando à investigação das propriedades terapêuticas das plantas utilizadas pelos Magüta. Durante a pandemia, o povo Magüta têm utilizado plantas medicinais com propriedades antimicrobianas e imunomoduladoras para fortalecer o sistema imunológico e aliviar os sintomas compostos bioativos com potencial antiinflamatório, o que pode ser relevante no combate à Covid -19. É importante salientar que o uso dessas plantas medicinais não substitui as medidas preventivas recomendadas pelas autoridades de saúde. No entanto, o conhecimento tradicional dos Magüta pode complementar as estratégias convencionais de tratamento e prevenção. Para explicar esse conhecimento tradicional, fornecemos uma explicação extensiva das formas de organização social, xamanismo, mitologia e cosmologia do Povo Magüta. A valorização e o respeito aos conhecimentos tradicionais dos povos indígenas são fundamentais não apenas para o enfrentamento da Covid-19, mas também para a descoberta de novos recursos terapêuticos e o fortalecimento da saúde e do bem-estar da população.
  • Item
    Historias y Antropologías del Independentismo de/en Puerto Rico
    (2023) Garcia Garcia, Esteban Ricardo
    El presente TCC se ocupa del estudio antropológico-histórico del independentismo en Puerto Rico. Este trabajo se divide en tres capítulos; a saber: "Independencias, Caribe y Puerto Rico", "Colonialidades e Injerencias externas en Puerto Rico" y "Cartografías del independentismo de Puerto Rico". Desde el punto de vista teórico-conceptual se inspira y dialoga con estudios oriundos de la antropología política y de la antropología histórica dando énfasis a la producción académica latinoamericana y caribeña. El plural en las palabras “historias” y “antropologías” explícitas en el título de este TCC se refieren a la multiplicidad de relatos históricos y visiones antropológicas que se intentarán exponer en este relato para poder comprender la complejidad del tema que se aborda. Otros temas como la polisemia del concepto Caribe, la independencia y sus actores internos y externos y la historia pública fundamentan el relato de este Trabajo de Conclusión de Curso. Se espera que este trabajo despierte el interés académico por temas caribeños y, específicamente, sobre un tema tan vigente como la independencia/independentismo de Puerto Rico.
  • Item
    Tempo (E)= Arte. Tempo como Fator de Mudança
    (2023) Conceição, Natália Aparecida Carvalho
    O presente trabalho de conclusão de curso foi desenvolvido a partir de cursos, webinários, entrevistas e etnografia realizada em uma comunidade sustentável onde está domiciliado o Instituto Ibietê em Marechal Floriano Peixoto no Espírito Santo, com o intuito de ampliar a percepção de relação com o tempo, visando pontos de vistas mais holísticos da realidade. Mudar o calendário gregoriano pelo Sincronário de 13 luas e 28 dias é o que propõe a Lei do Tempo, que é um apanhado de decodificações de múltiplas cosmovisões. O Sincronário de 13 luas é uma matriz de medição do tempo baseads nos ciclos da lua e do sol. Neste trabalho exponho como este Sincronário foi concebido e como também foi adotado como matriz do tempo e assim é vivido por um grupo de pessoas específicas que se reuniram para esse fim, ao mesmo tempo que levanto as questões que esta visão e práticas apresentam.
  • Item
    Da Transgressão à Etnografia: Experiências Itinerantes no Território das Infâncias
    (2023) Hirle, Ediane
    Este relato etnográfico é fruto das experiências de campo realizadas inicialmente com algumas crianças do Loteamento Universitário das Américas 2 e posteriormente do bairro Cidade Nova, situados na região norte da cidade fronteiriça Foz do Iguaçu, Brasil. Meu objetivo é percorrer alguns possíveis caminhos ao descrever como se dá a concepção dos olhares sobre as crianças e às infância desde o pensamento ocidental, em seguida apresento a noção de infância dentro do acorde Afroperspectivista. Ao traçar um recorrido pelos Estudos das Infâncias considero alguns desafios éticos metodológicos bem como as desobediências epistêmicas que perpassam a escrita do fazer antropológico com crianças. Busco descrever as experiências itinerantes no território - potencialmente transgressoras - indicando como elas ajudam a pensar os termos em que a infância é pensada e como as crianças dessa região de fronteira vivenciam suas trajetórias. Por fim relato como foi articulada a construção de um espaço público nomeado Arapy, onde se deram confluências de saberes na comunidade, ao redefinir os sentidos físicos, subjetivos e políticos do espaço a partir da escuta das crianças.
  • Item
    Resistencia y Resiliencia: el Merendero “Rinconcito los Yerbales”, Puerto Iguazú, Misiones, Argentina. Una Observación Antropológica en la Infancia
    (2023) Hornos, Maria Lucila; Orientação
    El presente trabajo parte de una experiencia como trabajadora y educadora de niños y niñas en un merendero (no registrado oficialmente), situado en el barrio Cataratas de la ciudad de Puerto Iguazú, Misiones, Argentina. La iniciativa del merendero parte de un grupo de mujeres pertenecientes al Movimiento Resistencia Popular (MRP) de la Provincia de Misiones, que frente a las dificultades de sustento ocasionadas por las crisis económicas sucesivas a nivel país y la falta de acceso a oportunidades educativas, decide organizar esta actividad y servicio a niños y niñas de familias marginadas y vulnerabilidades por tales condiciones. El merendero brinda una merienda, clases de apoyo escolar y actividades lúdicas y recreativas, a través de lo cual, como educadora, se han formado lazos con los/as niños/as en torno a su contexto de contingencia y al proceso educativo que incluye relaciones con sus respectivas familias, a partir de lo cual surge la revelación de su protagonismo, como sujetos plenos de la vivencia y construcción de su mundo y no como meros sujetos pasivos. Este protagonismo se testimonia a partir de un abordaje metodológico etnográfico y de herramientas de registro y análisis específicas, es decir, además de la observación y participación en las clases como educadora y otra interacciones derivadas con los chicos, sus familias, la colegas educadoras y el barrio, también se obtuvo información específica a través de análisis de dibujos y preguntas trabajadas en grupo. El enfoque de la investigación entre las perspectivas toma el sentido central en el afecto recíproco que se ha creado a través de la convivencia con la realidad de la presencia fundamental de los niños, permitiendo entender su protagonismo como sujetos en la sociedad, donde no son valorados ni escuchados.
  • Item
    Mosteiro Urbano Zen Budista Therigatha e suas Maneiras de Expressar o Zen na Cidade de São Paulo
    (2023) Canali da Silva, Bianca
    Este trabalho tem como foco o estudo de um mosteiro urbano zen budista, conhecido como Therigatha, na cidade de São Paulo, coordenado por uma Monja, Wahô sensei, junto aos praticantes da comunidade, a sanga. Onde pessoas comuns que se interessam pela experiência de praticar o zen, interagem socialmente unindo forças para estudarem o budismo e aprenderem sobre o autoconhecimento que a religião proporciona. Sendo portanto o objetivo desta pesquisa, investigar por que os praticantes reúnem-se com propósitos em comum, no caso o budismo e as práticas sociais ali realizadas, e para quê, na cidade de São Paulo? Analisando se é um local importante para as pessoas que o frequentam e o quanto isso lhes afetam e se pode ser considerado um espaço que resiste à vida urbana de consumo e pressões psíquicas constantes em meio a uma grande cidade. Promovendo ações e atos sociais junto ao compromisso da religião, de ajudar o maior número de seres diante dos desafios socioculturais que São Paulo enfrenta. Com as saídas de campo e a convivência junto a comunidade, foi possível comprovar através de relatos dos praticantes, que a Therigatha é referência para aqueles que o conhecem como um refúgio no meio da metrópole e mesmo que a cidade esteja a todo vapor, é possível encontrar paz e pessoas nas quais criam vínculos através do budismo, mas não somente, mas por também compartilharem da vida em comunidade produzindo em si uma atmosfera tranquila em meio a grande movimentação externa que existe em uma capital e que trabalham para fazer a diferença desde a investigação profunda de si mesmo, até a realização de pequenas mudanças referentes ao modo de vida da sociedade paulista.
  • Item
    O Corpo-unileiro - Saúde, Migração e Fronteira: Diálogos Antropológicos
    (2023) Oliveira, Alessandra Mawu Defendi
    O presente trabalho objetiva analisar a relação dos estudantes não-brasileiros da Universidade Federal da Integração Latino-Americana - UNILA com os serviços de saúde, seja no âmbito interno da instituição ou externo na rede de atendimento da cidade. A pesquisa parte de uma compreensão antropológica onde os fatores culturais são relevantes para entender o processo saúde-doença e a complexidade dessas realidades do ponto de vista da migração. Portanto, parto da perspectiva de que a instituição pode ser entendida como um corpo entre docentes, discentes e técnicos, que no caso da UNILA, tornam-se o “corpo-unileiro”, categoria social e biológica com necessidades de cuidado e apoio específicos. Trata-se de uma pesquisa etnográfica onde recorri às histórias e os relatos, a revisão de literatura, notícias e redes sociais, conversas e entrevistas, identificar na vivência as demandas dos estudantes. Finalmente, proponho pensar as especificidades nas políticas em saúde dos estudantes e os caminhos para chegarmos a Políticas Interculturais de Saúde na fronteira. Desde já observo que, na criação da UNILA, pouco tem sido feito para a criação de um sistema que possa atender satisfatoriamente as particularidades dos discentes dos países latino-americanos. Para tanto, faz-se necessário construir, junto ao corpo-unileiro e os municípios da fronteira, políticas de saúde e de acolhimento nos serviços públicos que sejam eficazes às demandas de sua população.
  • Item
    Saúde e Equilíbrio por Meio das Práticas Integrativas: Relato de Experiência
    (2023) Nascimento, Kelly Novaes do
    Esse trabalho tem como objetivo compartilhar as contribuições das práticas integrativas e saberes tradicionais no cotidiano das pessoas que buscam a integridade da política pública de saúde, dando ênfase aos aspectos sociais, simbólicos e culturais de acordo com as realidades de saúde. Salientando a necessidade de aprofundar o conceito de integridade, e como enfrentar os desafios para a sua inserção no SUS e compartilhar o quão são eficazes, melhorando as condições de saúde das pessoas. Sendo assim, a questão central da pesquisa envolve a análise de experiências a partir da compreensão de como elas interagem no campo de sociabilidade que se encaixa na lógica da vida e no mundo dos sistemas, e com base nisso, observar de que maneira se alcança saúde e equilíbrio acerca da natureza e os conhecimentos empíricos, deslocados um pouco da alopatia. Dessa forma, centra-se na prática de análise da pesquisa, incluindo diálogo com profissionais, diários de campo com base na observação participante e como terapeuta integrativa.
  • Item
    Futuro Ancestral: os Brasileiros Kiriri do Acré
    (2023) Figueiredo, Danilo Nery de
    Essa pesquisa visa descrever a luta pela terra e o resgate cultural do povo indígena Kiriri do Acré em Caldas, MG. Vindos do Oeste baiano buscam expressar sua identidade étnica através de um novo território, que propicie as condições de reprodução sociocultural. O Nordeste brasileiro destaca-se nas últimas décadas pela emergência e reinvenção de novas identidades no processo descrito como etnogênese. Abordar esse fenômeno desde os Kiriri em solo sul mineiro propiciará um diálogo sobre etnicidade e territorialidade, noções que problematizam nas políticas indigenistas perspectivas identitárias do ser índio em populações de intenso contato interétnico, discutindo também a diversidade fundiária brasileira e o decurso histórico dos povos autóctones no acesso à terra desde a colonização.
  • Item
    Las Migraciones: una Mirada Interdisciplinar y un Caso en Foz De Iguaçu
    (2023) Peña Ramirez, Paola Andrea
    El estudio que se quiere presentar parte de dos etapas de análisis. Una primera etapa donde se hizo un trabajo de campo donde se recopilaron historias de vida narradas por personas migrantes de otros países de América Latina hacia Foz de Iguaçu, Paraná-Brasil. Algunos estudiantes, estudiantes y trabajadores y trabajadores solamente. Los estudiantes que se presentan en este caso son de la UNILA y trabajadores de la empresa LAR ubicada en Matelândia, Paraná que viven en Foz de Iguaçu. A partir de estas historias se hace un análisis sobre los aspectos migratorios que integran este fenómeno de la movilidad humana. Teniendo en cuenta este análisis, se busca la comprensión de estudios realizados desde diferentes disciplinas en el campo teórico sobre la migración para poder tener una mirada desde diferentes lugares, también el marco institucional para así realizar una lectura amplia, abierta y dar significado a estas experiencias migratorias. Foz de Iguaçu es una ciudad en la que el fenómeno migratorio influencia todos los ámbitos socioeconómicos, culturales, políticos, religiosos y la apertura que ha tenido este territorio frente al proceso de migración está cada día ampliándose para la construcción de una ciudad más multicultural, rica en diversidad de matices.
  • Item
    O Trânsito de “Muambas” na Região de Foz do Iguaçu e Ciudad del Este: Desafios e Vivências a partir da Ótica das Trabalhadoras Fronteiriças
    (2023) Valle, Victória Budel da
    O objetivo desse trabalho é descrever um pouco das realidades vividas por duas mulheres no trânsito de “muamba” de Foz do Iguaçu e Ciudad del Este, destacando seus desafios para lidar com os riscos que o trabalho que executam implica. A partir das informações obtidas por meio de duas entrevistas semiestruturadas com essas trabalhadoras da “muamba”, tenciono documentar outro olhar sobre essa profissão tão estigmatizada, analisando os processos de violências aos quais essas mulheres estão submetidas pela perspectiva da teoria da precariedade e do feminismo decolonial, buscando realizar uma análise interseccional entre gênero, classe e raça.