Vivências em Laboratório: inserção de atividades experimentais em sala de aula

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2019

Autores

Dias, Raquel Rodrigues
Becker, Márcia Regina

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

SIEPE

Resumo

O presente trabalho apresenta o papel da experimentação no ensino de Química na educação básica. O emprego de aulas experimentais é uma estratégia didática importante para o processo de construção do conhecimento científico, estimulando o caráter investigativo, a tomada de decisão e a aprendizagem colaborativa. A contextualização das atividades práticas propicia a correlação entre os conteúdos da Química e o cotidiano dos estudantes, contribuindo para a formação da cidadania. Além disso, tais atividades constituem fator para motivação dos estudantes para o ensino de Química

Descrição

VII Seminário de Extensão Universitária da UNILA (SEUNI); VIII Encontro de Iniciação Científica e IV Encontro de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (EICTI 2019) e Seminário de Atividades Formativas da UNILA (SAFOR)

Palavras-chave

II SIEPE, Ensino de Químic, Conhecimento Científico

Citação