Bem-vindo ao RIUNILA. Este é o repositório digital da UNILA, construído para indexação, preservação e compartilhamento da produção intelectual da UNILA em formatos digitais como: imagens, artigos, teses, dissertações e vídeos.

Welcome to RIUNILA. This is UNILA's digital repository, built for indexing, preserving and sharing UNILA's intellectual production in digital formats such as: images, articles, theses, dissertations and videos.

Bienvenidos a RIUNILA. Este es el repositorio digital de UNILA, creado para indexar, preservar y compartir la producción intelectual de UNILA en formatos digitales como: imágenes, artículos, tesis, disertaciones y videos.

 

Comunidades no DSpace

Selecione uma comunidade para navegar por suas coleções

Agora exibindo 1 - 6 de 6

Submissões Recentes

Item
DE ESCOLA EM ESCOLA, SE FAZ UMA CIDADE
(2024-05-22) Prata, Gabriel; Orientação
Este trabalho propõe uma imersão na história do município de Foz do IguaçuPR, por meio da construção de uma biografia singular, focando nos patronos e nas patronesses das escolas estaduais aqui situadas, nos símbolos, paisagens e lugares que dão nome a essas instituições de ensino. Ao explorar a vida, a obra e outras contribuições dos (as) patronos e patronesses das escolas, o estudo apresenta as origens da comunidade, destacando líderes, educadores e figuras que moldaram o destino e a espacialidade deste lugar. A narrativa se desenha como um mosaico, conectando eventos históricos significativos com trajetórias individuais dos patronos e patronesses, buscando uma compreensão profunda da cidade e de sua evolução ao longo do tempo. Através dessa abordagem, o trabalho busca promover uma compreensão da identidade de Foz do Iguaçu, destacando a importância da educação para a preservação da memória coletiva.
Item
Caracterização morfométrica da bacia hidrográfica do rio Iguaçu-Sarapuí e as interferências antrópicas em Duque de Caxias (RJ).
(2024) Balthazar, Kayo Marco de Souza
O município de Duque de Caxias, caracterizado por um processo expressivo de urbanização, em sua maior parte devido a presença do setor industrial que fomentou o desenvolvimento socioeconômico dentro do território, começa a passar por problemas socioambientais devido à falta de um planejamento territorial integrado que atendesse todas as esferas do município, principalmente na questão hídrica, visto que enchentes afetam todo o seu território em períodos de grandes chuvas. Para isso é necessário compreender as características da bacia hidrográfica do rio Iguaçu-Sarapuí, na qual vem sofrendo com interferências antrópicas com o passar do tempo. Neste trabalho foi feito a análise de parâmetros morfométricos junto com o mapeamento da bacia hidrográfica do rio Iguaçu-Sarapuí para obter dados se esta é susceptível a inundações. Com isso, os principais resultados obtidos foram de que a bacia em sua forma possui baixa susceptibilidade a inundação, porém que está disposta a cheias, com isso pode-se observar nos resultados que o processo de urbanização de Duque de Caxias vem ocasionado interferências que estão atreladas a bacia hidrográfica em questão. Ademais, os resultados não descartam a disposição a cheias visto que as interferências antrópicas estão ligadas com a dinâmica fluvial da bacia e como esses fatores podem aumentar o risco de inundações.
Item
Avaliação do efeito fotoprotetor do extrato hidroalcóolico e metánolico de Aloe vera.
(2024) Perea Lemos, Kiara Crisstell
A pele é o maior órgão do corpo humano, é uma camada que envolve nosso corpo que serve de proteção contra agentes externos, como luz do sol, que é composta por raios UV, e calor. O excesso de exposição a luz do sol pode causar cancer de pele, que corresponde a 25-30% dos tumores malignos diagnosticados no Brasil. As plantas medicinais são usadas desde os primórdios da humanidade, devido à sua característica de sintetizar vários compostos químicos. Ao redor do mundo milhares de espécies são usadas na preparação de remédios que derivam de saberes populares ou tradicionais de cada país Um grupo de plantas que já pode ser considerada rotineira, devido a sua versatilidade são aquelas pertencentes ao gênero Aloe. Aloe vera já demonstrou sua efetividade em reduzir a porcentagem de radical DPPH, apresentando uma boa capacidade antioxidante, com isso mostrou-se um interesse nos estudos para avaliar sua ação frente à radiação UV. O objetivo do estudo foi avaliar a atividade fotoprotetora do extrato hidroalcóolico e metanólico de Aloe vera. Para proceder com a avaliação após coleta e processamento do material vegetal, foi realizado o preparo dos dois extratos. O modelo de teste selecionado são células da linhagem HBMEC e MIA PaCa, que foram cultivadas de acordo com o protocolo já estabelecido. A citotoxicidade do extrato, citotoxicidade da UV e a atividade fotoprotetora dos extratos foi avaliada mediante a viabilidade celular com o teste de MTT. O cálculo e determinação do FPS foi realizado com a leitura das absorbâncias com Espectrofotômetro UV-VIS dos extratos que mostraram efetivamente o efeito fotoprotetor. Com o estudo concluiu-se que ambos os extratos de Aloe vera não possuem um efeito citotóxico frente as células, a UV irradiada a partir dos 13 minutos é capaz de reduzir em até 35% a viabilidade celular. Apenas o extrato hidroalcóolico na diluição de 25% apresentou um efeito fotoprotetor. Quando realizado a leitura da absorbância e os cálculos o extrato apresentou um FPS de 8, além de não apresentar degradação quando feita uma segunda leitura após irradiação de UV. Com os resultados obtidos, concluímos que pesquisas são fundamentais para o desenvolvimento de protetores solares eficientes e seguros a partir de substâncias naturais, promovendo a biodiversidade e o respeito ao conhecimento tradicional das plantas.
Item
Uso de caso investigativo, do tipo laboratório, como metodologia de ensino de química orgânica.
(2024) Drago, Amanda de Araujo
O ensino de química, por vezes, é realizado de forma mecanizada, no qual há a transmissão de conteúdos do professor para o aluno. Metodologias denominadas ativas estão sendo propostas como alternativa, no qual o estudante passa a ser o protagonista do seu aprendizado. O uso de casos investigativos durante o processo de ensino e aprendizagem é um exemplo, no qual envolve os estudantes, permitindo que sua curiosidade evolua para curiosidade epistemológica. Assim, o presente trabalho tem por objetivo verificar a capacidade dos alunos de graduação em resolver situações com métodos simples de laboratório e investigar a compreensão dos estudantes acerca das funções orgânicas, utilizando-se de caso investigativo, do tipo laboratório, com a temática medicamentos. O caso investigativo envolvia a investigação da contaminação cruzada em lotes de fármacos em uma empresa farmacêutica (fictícia). Trata-se de uma análise qualitativa participativa, na qual se utilizou de questionários e textos produzidos pelos estudantes como forma de produção de dados e, para análise dos dados, utilizou-se análise de conteúdo. Os estudantes ficaram envolvidos durante a realização da atividade, e pode-se observar nos dados obtidos que os mesmos conseguiram identificar a contaminação cruzada através de testes de grupos funcionais, ou seja, houve evolução de conhecimento acerca dos grupos funcionais presentes nos medicamentos utilizados (paracetamol, ibuprofeno, fluconazol e Buscopan). Além disso, houve a resolução do caso investigativo, com a identificação dos lotes contaminados e proposições de purificações.
Item
O fenômeno do suicídio na população Ava-guarani de Añhatete.
(2024) Reame, Cauê Duarte
O trabalho foi feito a partir da permanência na comunidade de Anhetete, sendo a pesquisa de cunho qualitativo com entrevistas e dados coletados para o entendimento do fenômeno do suicídio, buscando compreendê-lo tanto em nossos termos quanto nos termos indígenas. A pesquisa evidencia a natureza multifacetada do fenômeno, indicando que é uma consequência de situações sociais complexas e ataques as estruturas da sociedade guarani, o fenômeno é tanto coletivo como individual porém, o rompimento das estruturas que compõem a formação do ser guarani (devir), se mostra central no suicídio. Este sendo um problema comum na modernidade, ganha dimensões completamente novas no mundo indígena, compreender a cosmovisão guarani, tanto quanto suas estruturas de perpetuação e percepção sobre o tema, se torna a chave para entender o fenômeno do suicídio e suas elevadas taxas no mundo originário.