Dívida e Reparação na Tríplice Fronteira Sul

Nenhuma Miniatura disponível

Data

2022

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Resumo

Apesar do território da tríplice fronteira sul concentrar riquezas e recursos, não é dada a devida importância ao bem-estar social no orçamento público, especialmente em região de fronteira, onde as violações territoriais, ambientais, culturais e econômicas são ainda mais expressivas. Pela relevância da problemática, frente aos desafios da nossa democracia, esta pesquisa apresenta como tema a dívida social e sua reparação na tríplice fronteira sul, entre Brasil, Paraguai e Argentina. A dívida social consiste no acúmulo das diversas dívidas coletivas que temos em nossa sociedade, se transformando em uma dívida histórica e uma dívida pública quando não reparadas pelos Estados nacionais. O objetivo da pesquisa é mapear, de forma panorâmica, os principais temas e grupos sociais impactados por essas dívidas, focalizando nas demandas dos movimentos sociais e populares. A metodologia utilizada se desdobrou em duas etapas: primeiro, foi realizada uma revisão literária sobre o tema, segundo, foi desenvolvido um trabalho etnográfico por meio de redes sociais e dos principais eventos sociais e políticos da região. A pesquisa de campo virtual foi o meio encontrado para superar as dificuldades trazidas pela pandemia de Covid-19, mas é também um dos campos em expansão na Antropologia nos últimos anos, denominado “etnografia digital”, ou “cyber-etnografia”. Nesse tipo de pesquisa, a coleta de dados por meio de palavras chaves e temas relacionados é de fundamental importância e teve uma atenção especial neste trabalho, não apenas na escolha do referencial bibliográfico, mas em toda a metodologia, desde a escolha dos principais temas e grupos sociais, passando pela execução e transcrição de entrevistas, até a análise dos eventos e dos dados de modo geral. Frente à complexidade e abrangência da dívida social, foram selecionados os principais temas relacionados à dívida e reparação na região da tríplice fronteira sul, tais como justiça social, direitos territoriais e ambientais, racismo estrutural, fascismo e democracia liberal, buscando sempre os referenciais mais próximos à Antropologia. Os resultados obtidos se referem às principais problemáticas e demandas sociais localizadas em textos e/ou falas de representantes dos movimentos sociais que atuam na região.

Descrição

Trabalho de Conclusão de Curso apresentado ao Instituto Latino-Americano de Arte, Cultura e História da Universidade Federal da Integração Latino-Americana, como requisito parcial à obtenção do título de Bacharel em Antropologia – Diversidade Cultural Latino-Americana.

Palavras-chave

dívida, reparação, justiça, fronteira, democracia

Citação