Ideologias Geográficas em Itaipu: Aspectos da Questão Ambiental na Territorialidade e no Desenvolvimento Econômico do Brasil

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2021-06-11

Autores

Lourenço, João Otávio

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Resumo

As análises sobre a construção de Itaipu, em geral, costumam seguir a análise das frações, toneladas e megawatts. Esta pesquisa parte em outra direção, em busca da compreensão das condições que, a partir das décadas de 1970, direcionaram a proposição das políticas ambientais, pioneiras e exemplares na dimensão ambiental em empreendimentos hidrelétricos Este trabalho enfoca, através do esforço de periodização dos antecedentes historiográficos e políticos de Itaipu, do desenvolvimento econômico brasileiro entre o período do pós-guerra ao milagre econômico, da ascensão e organização da temática ambiental no Brasil e no mundo para identificar como a agenda de conservação da natureza no mundo se insere em Itaipu, ao mesmo tempo, em que coexistia com uma agenda contraditoriamente ostensiva da exploração dos recursos naturais no Brasil governado pelos militares. A partir de então, buscamos identificar como a relação espaço-temporal nos auxilia na compreensão das distintas racionalidades que constituíram uma nova dinâmica socioespacial, não apenas na região Oeste, mas na compreensão da chamada Ideologia Geográfica na constituição dos usos dos recursos do território. Compreender as materializações e as formas de uso do espaço. Entendendo como se transformou, no que se transformou e no que deixou de ser.

Descrição

Trabalho de Conclusão de Curso apresentado ao Instituto Latino-Americano de Tecnologia, Infraestrutura e Território da Universidade Federal da Integração Latino-Americana, como requisito parcial à obtenção do título de Bacharel em Geografia.

Palavras-chave

Citação