Coletivo Teatral Cote'Coi

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2018-11-30

Autores

Turcatti, Thiago Lopez
Miguel, Luciano Dutra

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Proex/UNILA

Resumo

A origem do COTE’COI, cuja expressividade fônica da nomenclatura remonta à sonoridade típica dos falantes de línguas originárias do território guarani (hoje área de fronteira trinacional) e tem em sua sigla nada mais que a simples contração de Coletivo Teatral Contato-Improvisação (primeiro nome da presente ação de extensão), aponta para atividades informais desenvolvidas em grupo ao longo do segundo semestre de 2014, com oficinas de teatro-dança ministradas na antiga sede central da UNILA, dada a lacuna institucional que a ausência das artes cênicas representavam naquele contexto.. Com o advento do Edital PROFIEX, no início de 2015, o COTE’COI enfim se concretizou como ação de extensão, tendo sua primeira atividade realizada de maneira aberta durante o encerramento da semana de recepção aos calouros, na Praça da Paz (centro da cidade de Foz do Iguaçu), reunindo dezenas de pessoas no exercício “Contac-Tinta” e criando, por meio dos movimentos da performance e da gradativa mescla de cores, uma espécie de instalação humana. Deram sequência àquela primeira experiência, já como proposta construída à luz de um processo criativo, a utilização da prática e experimentação dos elementos do Contato-Improvisação para criar “Fragmentos de A menina Sem Palavras”, livre adaptação da obra do moçambicano Mia Coutto, conferindo à montagem relações com o contexto sociocultural da tríplice fronteira. Já em 2016, como resultado poético de experimentos com outras técnicas, foi concebido o espetáculo “Aurora da Minha vida”, de Naum Alves de Souza, que dialogava com a situação política (PEC 241) das escolas ocupadas no país. Nesse período, foram realizadas as primeiras saídas do grupo para além do município, com apresentações em parceria com a Secretaria de Esporte e Cultura do município São Miguel do Iguaçu e a Secretaria de Cultura do município de Santa Helena. Graças à somatória de todo esse histórico, o COTE’COI chegou muito consolidado em termos institucionais ao biênio 2017/2018.

Descrição

Palavras-chave

Linguagens, Dramaturgias, Práticas cênicas, SIEPE, SEUNI, Extensão

Citação