Estruturas de Concreto Armado em Situação de Incêndio

Imagem de Miniatura

Data

2022

Autores

Piccinin, Alysson

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Resumo

Com o objetivo de dimensionar estruturas cada vez mais seguras, devemos nos atentar as mais variadas situações que as edificações podem ser submetidas. Ações excepcionais como os incêndios estão cada vez mais corriqueiras no Brasil, de modo que devemos prevê-las no cálculo estrutural utilizando uma das metodologias disponíveis na norma brasileira ABNT NBR-15200:2012 para o dimensionamento de elementos em concreto armado em situação de incêndio. Seguindo as recomendações da norma supracitada, podemos garantir que a estrutura tenha função corta-fogo onde o calor não atravessa os elementos estruturais ao ponto de causar combustão no lado oposto ao incêndio e função de suporte, onde a estrutura resiste aos carregamentos mesmo com sua resistência reduzida em função das altas temperaturas. Em virtude da importância do tema, neste trabalho foram analisadas as lajes e vigas de uma edificação que seguiu o dimensionamento da ABNT NBR-6118:2014 para um tempo requerido de resistência ao fogo – TRRF – de 30, 60 e 90 minutos pelo método tabular e método simplificado e realizado uma comparação entre os métodos. Também foi feito uma análise do comportamento do braço de alavanca das lajes e vigas do projeto que permitiu encontrar expressões simplificadas que correlacionam diretamente a resistência em situação de incêndio com a temperatura na armadura.

Descrição

Trabalho de Conclusão de Curso apresentado ao Instituto Latino-Americano de Tecnologia, Infraestrutura e Território da Universidade Federal da Integração Latino-Americana, como requisito parcial à obtenção do título de Bacharel em Engenharia Civil de Infraestrutura.

Palavras-chave

NBR 15200. Concreto armado em situação de incêndio. Método tabular. TRRF. NBR 6118.

Citação