Tipos de retomada de objeto e estratégias de relativização no espanhol da Cidade do México: uma proposta de correlação

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2016-08

Autores

Barros, Carolina Ecard

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Resumo

Neste trabalho investigamos as estratégias de relativização (ER) e os tipos de retomada de objeto direto (RO) produzidos por falantes do espanhol da Cidade do México. Segundo CerrónPalomino López (2010, 2011), Santana (1997) e Brucart (1999), o espanhol apresenta, além da ER canônica própria da variedade padrão da língua, a estratégia da omissão da preposição e o uso de um pronome resumptivo. As RO, por sua vez, podem ser realizadas através do um pronome clítico, por apagamento (Alamillo & Schwenter 2007; Simões, 2014) e, em restritos casos, por outros tipos de pronome ou por repetição do SN. A aproximação entre ERs e tipos de RO que propomos neste trabalho se daria através de uma relação de correspondência proposta em Kato (1981), segundo a qual seria possível prever que ER um falante usará a partir do tipo de RO que ele usa preferencialmente. Sendo assim, poderíamos identificar pares correlatos que parecem envolver as mesmas operações. Apesar de seu estudo partir do português do Brasil, Kato (1981) postula que a correlação entre ERs e tipos de RO pode constituir um fenômeno translinguístico, por isso, pretendemos investigar se o fenômeno da correlação ocorre também no espanhol. Os objetivos deste trabalho são fazer um levantamento da produtividade de cada ER e tipo de RO no espanhol da Cidade do México e observar se os dois fenômenos estão correlacionados. Nossa hipótese é de que cada ER produzida pelos falantes estará correlacionada a um tipo de RO utilizado por eles. A metodologia usada será a aplicação de um teste de produção induzida composto por sequências de imagens

Descrição

IX Congresso Brasileiro de Hispanistas realizado nos dias 22 a 25 agosto 2016

Palavras-chave

Cidade do México (México), Estratégias

Citação