A coleta de reciclagem: um trabalho marginal ou um trabalho que ajuda as pessoas que vivem desta profissão!

Imagem de Miniatura

Data

2023

Autores

Velasquez Valero, Jose Estiven

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Resumo

Nessa pesquisa realizei uma análise sobre o trabalho dos catadores de resíduos em Foz do Iguaçu/PR e a maneira como eles vivem, com base na etnografia realizada na COAAFI - Cooperativa de Agentes Ambientais de Foz do Iguaçu. Estas informações foram levantadas entre os anos de 2022 a 2023, principalmente no barracão localizado no bairro de Porto Belo de Foz do Iguaçu. Sustento o trabalho principalmente na observação e participação no cotidiano do trabalho dos catadores de materiais recicláveis, e as mudanças ocorridas no local de trabalho durante o tempo do trabalho de campo, como ponto para uma análise do trabalho e a maneira como vivem os cooperados a partir de seu trabalho no barracão. Utilizei método qualitativo, pois meu trabalho está baseado em dados coletados em campo por meio de uma observação participante. O objetivo alcançado consiste principalmente em reconhecer a importância do trabalho dos catadores para a gestão de resíduos sólidos na cidade através da triagem e a coleta seletiva, como também evidenciar a maneira como os cooperados vivem a partir do trabalho que realizam no barracão de Porto Belo. Isso através de algumas fotografias registradas que apresentam alguns desses elementos mencionados.

Descrição

Trabalho de Conclusão de Curso apresentado ao Instituto Latino-Americano de Arte, Cultura e História da Universidade Federal da Integração Latino-Americana, como requisito parcial à obtenção do título de Bacharel em Antropologia – Diversidade Cultural Latino-Americana. Orientador: Professor Waldemir Rosa.

Palavras-chave

Cooperativa de Agentes Ambientais de Foz do Iguaçu; catadores; vida digna;Barracão de Porto Belo

Citação