Show simple item record

dc.contributor.authorGassen, Ana Meri
dc.date.accessioned2023-07-10T21:53:41Z
dc.date.available2023-07-10T21:53:41Z
dc.date.issued2023
dc.identifier.urihttp://dspace.unila.edu.br/123456789/7489
dc.descriptionDissertação apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas e Desenvolvimento da Universidade Federal da Integração Latino-Americana, como requisito parcial à obtenção do título de Mestra em Políticas Públicas e Desenvolvimento.pt_BR
dc.description.abstractO escopo deste trabalho é o de revisar elementos decisivos para o entendimento do modo de produção capitalista, suas principais características, origem e evolução e como este modelo de produção sempre esteve atrelado à ideia de exploração de recursos naturais. É próprio da dinâmica do capitalismo fomentar a produção em larga escala e o consumo em massa, mas não se comprometer com os prejuízos causados ao meio ambiente, pois o modelo de sociedade capitalista intensifica as desigualdades sociais, a extinção dos valores humanos e a divergência entre capital e trabalho. Em face disso, a problemática que nos move é: De que forma o modo de produção capitalista, em sua fase neoliberal implica nas questões de trabalho e vida das mulheres catadoras de materiais recicláveis? Para verificar os pressupostos, de forma a atingir nosso objetivo é necessário: 1) Compreender o capitalismo em sua fase neoliberal nas relações de trabalho das mulheres catadoras de materiais recicláveis da Associação dos Agentes do Meio Ambiente e Reciclagem - AMAR; 2) Identificar o papel das mulheres dentro do contexto da reciclagem e o desafio do descarte de resíduos sólidos para uma economia solidária; e 3) Entender a necropolítica e a interseccionalidade nas condições de vida e trabalho das catadoras de materiais recicláveis. Para isso, a metodologia adotada, em sua abordagem fez uso de instrumentais de natureza qualitativa e quantitativa, com viés exploratório, recorrendo a pesquisa bibliográfica e documental de fontes primárias e secundárias e pesquisa de campo. Em relação à técnica de análise de dados, foi utilizada análise de conteúdo, e para a pesquisa de campo as técnicas empregadas foram roteiro de entrevista semiestruturado, observação participante e a aplicação de grupo focal, realizado com as mulheres da Associação AMAR de São Miguel do Iguaçu-PR. Desta forma, como resultados principais da pesquisa, apurou-se que as mulheres catadoras de materiais recicláveis demonstram preocupação com a natureza e cuidados com o meio ambiente, destacando-se ainda a satisfação destas em trabalhar com os resíduos sólidos, o reconhecimento das trabalhadoras referentes aos salários auferidos e aos benefícios alcançados na Associação. Isto posto cabe destacar que as classificadoras também destacaram entraves para o desenvolvimento dos trabalhos de catação, sendo que a incorreta classificação dos resíduos sólidos pela população passou a ser a principal reclamação dessas trabalhadoras no decorrer da pesquisa, bem como, a necessidade urgente de campanhas de educação ambiental e correta classificação desses materiais, uma vez, que a falta de iniciativa dessas ações afetam a vida do coletivo. Pode-se concluir como resultado desta pesquisa, que a AMAR carece de maior envolvimento do poder público e privado em relação a políticas públicas, e ao descarte adequado dos resíduos sólidos/lixo. Levando em conta, que as catadoras possuem papel social, ambiental e econômico importantíssimos na conservação, organização e proteção ao meio ambiente, exercendo função essencial na defesa da vida humana.pt_BR
dc.rightsopenAccess
dc.subjectCapitalismo neoliberal; necropolítica; crise ambiental; catadoras de reciclagempt_BR
dc.titleInterseccionalidade, Necropolítica e Crise Ambiental: o Capitalismo e as Trabalhadoras Catadoras de Reciclagenspt_BR
dc.typemasterThesispt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record