Show simple item record

dc.contributor.authorSantos, Yara Soares dos
dc.date.accessioned2023-06-27T15:23:20Z
dc.date.available2023-06-27T15:23:20Z
dc.date.issued2023
dc.identifier.urihttp://dspace.unila.edu.br/123456789/7446
dc.descriptionTrabalho de Conclusão de Curso apresentado ao Instituto Latino-Americano de Arte, Cultura e História da Universidade Federal da Integração Latino-Americana, como requisito parcial para a obtenção de título de licenciado em História - Licenciatura.pt_BR
dc.description.abstractNo momento que a Europa passava por um processo de cientificação de suas ciências humanas, especialmente a História, ao longo dos séculos XIX e XX. O continente africano, além de estar resistindo e lutando contra o imperialismo tardio em seus territórios, os africanos e afrodescendentes se articula intelectualmente pela a libertação do continente, surgindo assim, um dos maiores movimentos anti-imperialista, o Pan-Africanismo, lutando pela libertação e emancipação territorial da África e no mundo das ideias. É dentro deste contexto que Joseph Ki-Zerbo desenvolve seu pensamento de uma perspectiva africana para a escrita da história do continente, que até então, era escrita por europeus, segundo suas interpretações sobre o continente, embasado no eurocentrismo. Então esse trabalho pretende apresentar como a África era retratada pelos europeus, o movimento intelectual africanista, que atuaram para escrever uma nova história da África, com ênfase ao pensamento Ki-Zerbo, que traz uma nova perspectiva de escrita da história africana.pt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsopenAccess
dc.subjectPan-africanismo; perspectiva africana; historiografia; intelectualidade; Joseph Ki-Zerbopt_BR
dc.titleA África tem História: Encobrimento Europeu e a Perspectiva Africana no Pensamento de Joseph Ki-Zerbo sobre a Historicidade Africanapt_BR
dc.typebachelorThesispt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record