Investimento Estrangeiro Direto Chinês no Triângulo do Lítio: Dependência, Imperialismo e Hegemonia

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2022

Autores

Nolasco, Janaina Fonseca

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Resumo

O Triângulo do Lítio, composto por Argentina, Bolívia e Chile, é uma região estratégica devido a quantidade de reservas de lítios identificadas em suas salinas e pelo uso intensivo do mineral para a fabricação de baterias. Nos últimos anos, identifica-se dois principais novos fatores para entender as relações de dependência e o imperialismo do capital estrangeiro nessa região: o ressurgimento chinês e a mudança climática. Este trabalho tem como escopo entender a entrada de capital chinês na América Latina a partir do IED chinês na extração de lítio no Triângulo do Lítio. Pretendeu-se, assim, mapear a presença do IED chinês nas empresas que exploram o lítio na região e compreender a atuação das empresas receptoras e investidoras nas relações de dependência na era imperialista do capital. Foram utilizados dados macroeconômicos, dados das transações do IED chinês, relatórios e informações oficiais das empresas, além dos conceitos de dependência, imperialismo e hegemonia. A entrada de IED chinês vem acompanhado da retirada de capitais como uma perda de influência dos aliados da hegemonia estadunidense na região, representando mais um sintoma da transição hegemônica no sistema capitalista. Por fim, essa troca significa formação de um monopólio ainda maior por parte do capital financeiro, já que as empresas chinesas estão atreladas à produção no setor do lítio e têm interesses conflitantes com as questões econômicas, ambientais, sociais e de respeito às identidades tradicionais na região.

Descrição

Trabalho de Conclusão de Curso apresentado ao Instituto Latino-Americano de Economia, Sociedade e Política da Universidade Federal da Integração Latino- Americana, como requisito parcial à obtenção do título de Bacharel em Relações Internacionais e Integração.

Palavras-chave

Triângulo do Lítio, China, IED, Argentina, Bolívia, Chile

Citação