A Infância sob a Ótica da Dependência Internacional: uma Análise da Influência das Relações Internacionais nas Vivências das Crianças e Adolescentes Latino-Americanos

Resumo

A realidade das crianças e adolescentes latino-americanos é afetada diretamente pelo capitalismo dependente. O presente Trabalho de Conclusão de Curso traz uma análise das infâncias nas (R)relações (I)internacionais e das consequências do capitalismo dependente nas realidades e vivências das crianças e adolescentes latino-americanos. Realizando uma investigação com base no método materialista histórico-dialético, compreendendo a construção histórico-social da infância, a sua presença na agenda internacional e regional, relacionando com os conflitos sociais, econômicos, políticos e armados mundiais, e por fim compreendendo os efeitos destas divergências na vida dos indivíduos destacados e as abordagens da infância nas Relações Internacionais. O objeto do trabalho é abordado por meio dos conceitos de Interseccionalidade, Carla Akotirene (2019), de dialética da dependência, de Ruy Mauro Marini (2017), e do capitalismo dependente, de Vânia Bambirra (1979), utilizados em conjunto para a compreensão da estrutura social e econômica que impacta a infância na América Latina. É trazido também as contribuições dos Estudos para a Paz tendidos à vertente marxista, especificando os tipos de paz, a violência estrutural, e como que o conceito de paz pode ser lido a partir da América Latina. O argumento do trabalho é que o capitalismo dependente e as relações internacionais dos países latino-americanos, como consequência direta do primeiro, criam estruturas sociais e econômicas de acentuadas desigualdades para as crianças e adolescentes, colocando-os em situação de vulnerabilidade e insegurança. O trabalho está dividido em 3 capítulos. O primeiro traz definições sobre a infância, evidenciando a construção histórico-social e sua presença na agenda internacional e regional, assim como a presença do tema nas Relações Internacionais. O segundo capítulo apresenta a discussão teórica que baseia a abordagem do objeto, a partir da contribuição do debate marxista da dependência e dos Estudos Críticos para a Paz. No último capítulo serão apresentados os dados empíricos que evidenciam o argumento central do trabalho e como a “questão social” é derivada do capitalismo dependente na região.

Descrição

Trabalho de Conclusão de Curso apresentado ao Instituto Latino-Americano de Economia, Sociedade e Política da Universidade Federal da Integração Latino- Americana, como requisito parcial à obtenção do título de Bacharel em Relações Internacionais e Integração.

Palavras-chave

Infância, Relações Internacionais; Capitalismo Dependente; Violência Estrutural

Citação