“Onde fica?”: uma abordagem geográfica no ensino de português como língua adicional.

Imagem de Miniatura

Data

2023

Autores

Carmo, Stefani Alves do

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Resumo

Este trabalho é a base teórica-metodológica para a elaboração de uma proposta didática destinada ao ensino de Português como Língua Adicional (PLA). Objetiva-se nesta pesquisa apresentar uma unidade didática a ser abordada nas aulas de PLA, adaptada aos estudantes migrantes presentes no município de Cascavel, Paraná. O material é direcionado a jovens e adultos migrantes residentes no município e possui como tema central a localização geográfica. Tomar-se-á como aporte teórico os apontamentos por Cagliari (2009), Bógus e Fabiano (2015), Farenzana (2012), Ribeiro Berger (2015; 2016; 2021), entre outros autores. Esta pesquisa insere-se na Linguística Aplicada, do tipo qualitativa de cunho explicativo, uma vez que buscamos observar e refletir sobre a língua em seu contexto de uso. O município, localizado no Oeste paranaense, tem sua formação histórica marcada pelas dinâmicas dos ciclos econômicos e migratórios ocorridos no Paraná e no Brasil. No ponto formado pelo entroncamento de várias trilhas abertas por tropeiros, ervateiros e militares inicialmente criou-se uma encruzilhada, da qual, posteriormente, originou-se o município de Cascavel. Apesar de ter sido elevado à categoria de município na década de 50, a ocupação da localidade iniciou-se efetivamente a partir do movimento nacional “Marcha para o Oeste”, desenvolvido pelo governo de Getúlio Vargas a partir de 1930. Ao abordarmos em nossa proposta didática questões relacionadas à localização e orientações geográficas a partir de logradouro e pontos turísticos de Cascavel, buscamos expandir os conhecimentos dos estudantes migrantes em relação ao município, atualmente reconhecido como um polo econômico, agropecuário, industrial e educacional. O material didático, intitulado “Onde fica?”, visa proporcionar momentos para o estabelecimento de diálogos e o compartilhamento de conhecimentos e vivências relacionados à localização geográfica, através do aprimoramento e qualificação da comunicação oral e escrita em Língua Portuguesa. Espera-se que o material proposto incentive a criação de propostas didáticas que tenham como foco os aspectos sócio-histórico-culturais e as diversas variantes linguísticas que constituem as localidades, visando corresponder às necessidades e objetivos do público-alvo ao qual as atividades de PLA se destinam.

Descrição

Trabalho de Conclusão de Curso apresentado ao Instituto Latino-Americano de Arte, Cultura e História da Universidade Federal da Integração Latino-Americana, como requisito à obtenção do título de Especialista em Ensino e Aprendizagem de Línguas Adicionais. Orientadora: Profa. Dra. Simone Beatriz Cordeiro Ribeiro.

Palavras-chave

Português como Língua Adicional, Proposta didática, Localização geográfica, Cascavel, Paraná, Jovens e adultos migrantes

Citação