Show simple item record

dc.contributor.advisorDulci, Tereza Maria Spyer
dc.contributor.authorLima, Daiane Soares de
dc.date.accessioned2020-02-20T19:45:22Z
dc.date.available2020-02-20T19:45:22Z
dc.date.issued2020-02-20
dc.identifier.citationLIMA, Daiane Soares de. Sexualidade e protagonismo na película Frida. 2020. 22 p. Artigo de conclusão de curso (Especialização em História e América Latina) - Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA), Foz do Iguaçu, 2020
dc.identifier.urihttp://dspace.unila.edu.br/123456789/5578
dc.descriptionArtigo apresentado como trabalho de conclusão de curso da Especialização em História e América Latina pela Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA)
dc.description.abstractEsta pesquisa tem o objetivo de realizar uma análise crítica a respeito do filme Frida, uma produção estadunidense de 2002, de gênero drama-biografia, com direção de Julie Taymor e roteiro baseado no livro da historiadora Hayden Herrera. Mesmo em contexto em que a situação política do México estava conturbada, a Revolução Mexicana fez florescer o talento de pessoas como Frida Kahlo (1907-1954), que em um cenário machista, não muito diferente do momento atual, foi capaz de problematizar questões de gênero e sexualidade tanto em suas obras como em sua forma de agir no cotidiano, quebrando paradigmas. Dessa forma, buscaremos refletir se a obra deu ênfase à pintora mexicana e sua forma de se relacionar com ambos os sexos ou se a retratou em segundo plano, associada e dependente ao seu companheiro Diego Rivera.pt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsopenAccess
dc.subjectRevolução mexicanapt_BR
dc.subjectFrida Kahlo (1907-1954) - pintora mexicana
dc.subjectPatriarcado
dc.titleSexualidade e protagonismo na película Fridapt_BR
dc.typebachelorThesispt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record