Show simple item record

dc.contributor.advisorLedezma Meneses, Gerson Galo
dc.contributor.authorLeal, Osni Cesar da Luz
dc.date.accessioned2018-11-05T20:47:06Z
dc.date.available2018-11-05T20:47:06Z
dc.date.issued2017-11-08
dc.identifier.citationLEAL, Osni Cesar da Luz. O papel das estâncias da pátria para o fortalecimento de um Paraguai patrimonial do Século XIX. 2017. 104 p. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História América Latina) – Universidade Federal da Integração Latino-Americana, (Unila), Foz do Iguaçu, 2017.pt_BR
dc.identifier.urihttp://dspace.unila.edu.br/123456789/4190
dc.descriptionTrabalho de Conclusão de Curso apresentado ao Instituto Latino-Americano de Arte, Cultura e História da Universidade Federal da Integração Latino-Americana, como requisito parcial à obtenção do título de Bacharel em História. Orientador: Prof. Dr. Gerson Galo Ledezma Menesespt_BR
dc.description.abstractEste trabalho tem como objetivo analisar a função das estâncias da pátria, buscando entender o panorama histórico, político, econômico e sociocultural do Paraguai no inicio do século XIX, período entre 1811 a 1840. Considerando que à criação das estâncias da pátria e seu desenvolvimento produtivo econômico, possibilitou que o governo da época pudesse sustentar o desenvolvimento de um estado nacional patrimonial, auxiliado pelos militares. Analisar o contexto histórico-político que ao longo do tempo possibilitou ao governo de Francia à invenção das estâncias da pátria. Compreender quais as respectivas funções econômicas desenvolvidas nesse espaço que levam as estâncias a serem um braço de sustentação para um estado nacional patrimonial. Associado ao contexto histórico apontar as ações socioculturais relacionadas às estâncias da pátria e a nação paraguaia. O que se observa no caso do Paraguai, é uma estrutura peculiar e especifico do jovem país do início do século XIX. É o começo de um recente Estado Independente na América do Sul, com características particulares que busca solidez como nação livre e ser reconhecido por seus vizinhos, com uma população formada por vilas e povoados, os quais ao longo do tempo passam a serem subordinados a um governante que se denomina como Supremo Ditador Perpétuo, o que o torna um governo patriarcal em um Paraguai Patrimonial.pt_BR
dc.description.abstractThe purpose of this study is to analyze the role of the country's ranks, seeking to understand the historical, political, economic and socio-cultural panorama of Paraguay in the period between 1811 and 1840. Considering that the creation of the country's estancias and their economic productive development, Government of the time could sustain the development of a national patrimonial state aided by the military. Analyze the historical-political context that over time allowed the French government to invent the stay of the motherland. Understand the respective economic functions developed in this space that lead the stays to be a support arm for a national heritage state. Associated with the historical context, point out the socio-cultural actions related to the stays of the motherland. What is observed in the case of Paraguay is a peculiar and specific structure of the young country of the early nineteenth century. It is the beginning of a recent Independent State in South America, with particular characteristics that seek solidity as a free nation and be recognized by its neighbors, with a population formed by towns and villages, which over time are subordinated to a Ruler who calls himself the Supreme Perpetual Dictator, which makes him a patriarchal government in a Patrimonial Paraguay
dc.language.isoporpt_BR
dc.relation.ispartofseriesMonografia
dc.rightsopenAccess
dc.subjectEstância da Pátriapt_BR
dc.subjectGoverno Patriarcal
dc.subjectParaguai Patrimonial
dc.titleO papel das estâncias da pátria para o fortalecimento de um Paraguai patrimonial do Século XIXpt_BR
dc.typebachelorThesispt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record