Show simple item record

dc.contributor.advisorOrientação
dc.contributor.authorFlorindo, Raul Henrique
dc.date.accessioned2022-03-24T11:44:42Z
dc.date.available2022-03-24T11:44:42Z
dc.date.issued2022
dc.identifier.urihttp://dspace.unila.edu.br/123456789/6499
dc.descriptionDissertação apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Integração Contemporânea da América Latina da Universidade Federal da Integração Latino-Americana, como requisito parcial à obtenção do título de Mestre em Integração Latino-Americana.pt_BR
dc.description.abstractA presente dissertação toma como ponto de partida a atual crise da classe trabalhadora no Brasil, manifesta em seus aspectos organizativos, políticos e filosóficos. Para além de sua aparência fortuita e desagregada, enquadramos tal crise como o resultado da evolução da estratégia democrático-popular (EDP), sendo esta tecida no calor das batalhas dos anos 1980 e animada através de seu principal operador político, o Partido dos Trabalhadores. Para nós, a posta em marcha desta estratégia, premida pela tensão contínua entre acúmulo de forças e ruptura, orientada por sua razão democrática, ao contrário de lograr seu objetivo socialista, terminou por engendrar uma profunda derrota da classe trabalhadora, esta mesma que vivemos atualmente. Assim, esta derrota histórica demarca o fim de um ciclo de lutas encampado pela classe trabalhadora. Em nosso trabalho procuramos, pois, compreender quais são as determinações que configuram os eixos estruturantes desta estratégia. Entendemos a EDP como resultante do desenvolvimento histórico da luta de classes no Brasil e no mundo. Assim, a fim de captar a gênese da EDP, fomos obrigados a percorrer o ciclo de lutas que a precedeu, marcado pela Estratégia Democrático-Nacional (EDN), protagonizado pelo Partido Comunista Brasileiro (PCB); analisamos seu nascimento, desenvolvimento e subsequente esgotamento com o golpe de 1964; este encerramento de ciclo inaugurou um entre-ciclos, no qual os diferentes balanços que se estabeleciam, ao passo que procuravam superar os eixos teóricos estruturantes da EDN, terminaram por informar os eixos essenciais da EDP; neste momento procuramos destacar algumas sínteses teóricas produzidas internamente no Brasil, e, ao mesmo tempo discorremos sobre algumas sínteses produzidas pelo Movimento Comunista Internacional, que julgamos ter incidido diretamente na configuração da nova visão de mundo que se alicerçava. Feito isto, a pesquisa procurou discorrer sobre o desenvolvimento e evolução da EDP em particular, que, à semelhança da EDN, aprisionou o movimento operário às lutas dentro da ordem, sendo incapaz de superar o capitalismo e, por isto, engendrando uma derrota histórica. Após percorrido este caminho, concluímos que ambas estratégias se identificam naquilo que possuem de mais essencial – a negação da luta socialista na imediaticidade e a adoção de uma etapa pretérita como condição ao salto socialista – e, ainda, que ambas são, na verdade, momentos particulares do desenvolvimento de um mesmo processo histórico inaugurado com a revolução soviética em 1917.pt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsopenAccess
dc.subjectEstratégia Democrático Nacional – Estratégia Democrático Popular – Socialismo – Revolução Brasileirapt_BR
dc.titleDo Democrático Nacional ao Democrático Popular: Contribuição à Análise do Período Históricopt_BR
dc.typemasterThesispt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record