Show simple item record

dc.contributor.advisorOrientação
dc.contributor.authorPaixão, Eliane Fonseca Mayer da
dc.date.accessioned2022-01-14T00:33:23Z
dc.date.available2022-01-14T00:33:23Z
dc.date.issued2022
dc.identifier.urihttp://dspace.unila.edu.br/123456789/6435
dc.description.abstractEssa pesquisa tem por objetivo compreender como as/os estudantes de Letras- Português e Espanhol como Língua Estrangeira da Universidade Federal de Integração Latino-Americana (UNILA) dão sentido à prática e aprendizagem da oralidade durante sua formação. Para isto, iremos apresentar e discutir as concepções de língua, cultura e identidade na aquisição de ensino- aprendizagem da língua espanhola sistematizada através de entrevistas com as/os estudantes do curso. A hipótese inicial deste trabalho está relacionada à minha experiência como acadêmica de Letras- espanhol. Desta forma, a revisão bibliográfica demonstrou que é usual a constatação de que a formação em muitas universidades não oferece as ferramentas de forma eficiente para que esse professor em formação possa desenvolver a oralidade com segurança na comunicação em língua espanhola. Por isso, nossa pergunta de pesquisa parte desta hipótese para compreender se o mesmo acontece no caso deste curso. Para esse exercício, foram aplicadas entrevistas semi- estruturadas e instrumental de pesquisa interpretativista com estudantes de início, da metade e do final do curso. A fundamentação teórica está ancorada, sobretudo, nos estudos de Marcuschi (1997, 2016) que versam sobre a oralidade e a formação de professores de Língua Estrangeirapt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsopenAccess
dc.subjectLíngua espanhola; oralidade; formação de professores.pt_BR
dc.titleA Formação Inicial prepara o Professor de Língua Estrangeira para a Oralidade em Sala de Aula? Um Estudo de Caso com Acadêmicos de LEPLE-UNILApt_BR
dc.title.alternativept_BR
dc.typebachelorThesispt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record