Show simple item record

dc.contributor.advisorMedeiros, Rodrigo Luiz
dc.contributor.authorBodaneze, Gustavo
dc.date.accessioned2018-12-17T14:07:47Z
dc.date.available2018-12-17T14:07:47Z
dc.date.issued2018-10-26
dc.identifier.citationBODANEZE, Gustavo. Política Industrial Russa: o caso do Conglomerado Estatal Rostec. 2018. 82 f. Dissertação de Mestrado (Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas e Desenvolvimento) - Universidade Federal da Integração Latino-Americana (Unila), Foz do Iguaçu, 2018.
dc.identifier.urihttp://dspace.unila.edu.br/123456789/4263
dc.descriptionDissertação apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas e Desenvolvimento da Universidade Federal da Integração Latino-Americana, como requisito parcial à obtenção do título de Mestre em Políticas Públicas e Desenvolvimento. Orientador: Prof. Dr. Rodrigo Luiz Medeiros Silva
dc.description.abstractNa década de 2000 a Rússia, sob o comando de Vladimir Putin, se recupera da recessão que enfrentou na transição ao capitalismo nos anos 1990. Tanto o fortalecimento do Estado russo como o crescimento dos preços das commodities, sobretudo o petróleo, auxiliaram nesta retomada. No entanto, a dependência econômica na exportação de petróleo continuou. Em 2007, foi criado o conglomerado estatal Rostec, reúne parte das indústrias militares e civis do país, de modo a fomentar a atividade industrial. Em 2013 e 2014, as sanções decorrentes da crise da Ucrânia e a queda brusca dos preços do petróleo demonstram a fragilidade econômica russa. Emerge, neste contexto, a substituição de importações como objetivo central de política pública. O objetivo deste trabalho é avaliar o desempenho desta substituição de importações nos setores da indústria civil em que a Rostec atua. Chega-se a conclusão de que na maior parte dos setores analisados as importações e o déficit comercial setorial diminuíram, ainda que alguns tenham sido mais bem sucedidos que outros.pt_BR
dc.description.abstractIn the 2000s, Russia, under Vladimir Putin, recovered from the recession it faced in the transition to capitalism in the 1990s. Both the strengthening of the Russian state and the growth of commodity prices, especially oil, helped this recovery. However, economic dependence on oil exports continued. In 2007, the Rostec state conglomerate was created, bringing together part of the country's military and civilian industries, in order to foster industrial activity. In 2013 and 2014, sanctions stemming from the Ukrainian crisis and the sharp fall in oil prices demonstrated the russian economic fragility. In this context, import substitution emerges as the central objective of public policy. The objective of this work is to evaluate the performance of this import substitution in the sectors of the civil industry in which Rostec operates. It is concluded that in most of the analyzed sectors imports and the sectoral trade deficit have declined, although some have been more successful than others
dc.description.sponsorshipFundação Araucáriapt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsopenAccess
dc.subjectPolítica Industrialpt_BR
dc.subjectRússiapt_BR
dc.subjectConglomerado Estatal Rostecpt_BR
dc.titlePolítica Industrial Russa: o caso do Conglomerado Estatal Rostecpt_BR
dc.typemasterThesispt_BR


Files in this item

Thumbnail
Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record