Show simple item record

dc.contributor.advisorBotton, Janine Padilha
dc.contributor.authorCamargo, Raphael Buiar Pereira de
dc.date.accessioned2017-02-10T12:13:40Z
dc.date.available2017-02-10T12:13:40Z
dc.date.issued2012-06-05
dc.identifier.urihttp://dspace.unila.edu.br/123456789/748
dc.descriptionAnais do I Encontro de Iniciação Científica e de Extensão da Unila - Sessão de Ciências Biológicas. Dia 05/06/12 - 14h00 às 18h00, Unila-Centro - Sala 14 - 3o Pisopt_BR
dc.description.abstractO esgotamento dos combustíveis fosseis e o grave impacto ambiental causado pela produção de energia através desses meios se vê a necessidade de buscar novas fontes para a produção de energia de maneira limpa e eficiente. Essas novas fontes se enquadram nas energias renováveis, as quais são provenientes de recursos naturais, que provocam baixíssimo impacto ambiental. Assim, pesquisas científicas têm sido rea - lizadas com a finalidade de aproveitar os recursos naturais como recursos energéticos. Dentre estas ma - neiras podem-se destacar os biocombustíveis, biogás, biomassa, energia solar, energia eólica, energia do mar e energia geotérmica. Das fontes de energia citadas acima não se encontra o hidrogênio que é consi - derado um transportador de energia, pois ele possui uma elevada capacidade de armazenamento de ener - gia. Ele pode ser obtido principalmente pela eletrólise da água ou reforma de combustíveis fósseis. O hi - drogênio além de ter um grande potencial energético, pode ser armazenado, como a energia produzida através de outras fontes renováveis não podem ser armazenadas isso é uma alternativa para a geração de energia. A eletrólise da água consiste na quebra da molécula de água por meio de uma corrente elétrica. Este método foi o escolhido para este trabalho devido à pureza do hidrogênio obtido e de não ser necessá - rio o uso de qualquer combustível fóssil para sua produção. O sistema de eletrólise utilizado foi uma célu - la de Hoffmann que tem capacidade para colocação do eletrólito onde são dispostos dois eletrodos, ambos são fios de platina com pureza de 99,999\%. Os eletrodos são os eletrocatalisadores onde em suas superfí - cies ocorrem às reações de oxidação e redução. A área do eletrodo de trabalho, cátodo, foi medida e cal - culada como sendo 3,47mm, pois a corrente obtida no sistema é proporcional à área do eletrodo exposta. Para que a produção de hidrogênio ocorresse, foi aplicado ao sistema uma diferença de potencial de 1,24 até 2,03 V utilizando uma fonte de tensão. Os testes iniciais consistiram em testar eletrólitos convencio - nais para compararmos os resultados com os novos materiais propostos no projeto. Os eletrólitos testados foram hidróxido de potássio e hidróxido de sódio nas concentrações de 0,5; 1,0; 5,0 e 10\% em massa. Os resultados obtidos mostraram que à medida que a concentração dos eletrólitos é aumentada ocorre uma maior produção de hidrogênio e os valores de corrente aumentam de 0,80 para 5,18 mA. Dos experimen- tos realizados, pode-se concluir que a melhor concentração de eletrólito convencional para a eletrólise da água à temperatura ambiente é 10\% aplicando ao sistema uma tensão de 2,03 V.pt_BR
dc.description.sponsorshipUniversidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA)pt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsopenAccess
dc.subjectEletrólise da águapt_BR
dc.subjectProdução de hidrogêniopt_BR
dc.subjectEnergias renováveispt_BR
dc.subjectQuímica
dc.titleQuímica verde: fontes alternativas para geração de energia limpapt_BR
dc.title.alternativeNovos eletrólitos para a produção de hidrogênio: testes em célula de Hoffmann
dc.typeconferenceObjectpt_BR


Files in this item

Thumbnail
Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record