Show simple item record

dc.contributor.authorMoraes, Diogo Tabanez Dias de
dc.date.accessioned2023-01-19T21:34:02Z
dc.date.available2023-01-19T21:34:02Z
dc.date.issued2022
dc.identifier.urihttp://dspace.unila.edu.br/123456789/7123
dc.descriptionTrabalho de Conclusão de Curso apresentado ao Instituto Latino-Americano de Arte, Cultura e História da Universidade Federal da Integração Latino-Americana, como requisito parcial à obtenção do título de Bacharel em Letras – Artes e Mediação Cultural.pt_BR
dc.description.abstractEste trabalho de caráter ensaístico procura identificar e qualificar o rap enquanto forma de arte singular, dotada de características únicas, e ao mesmo tempo engendrada e perpassada por diversas outras tradições. Para isso, valho-me de duas referências teóricas principais: a da poesia enquanto qualidade meta-formal presente na arte como um todo, encontrada n’O Arco e a Lira, de Octavio Paz, e a da arte como a mutável e essencial atividade humana de construção de variadas verdades, encontrada n’A Necessidade da Arte, de Ernst Fischer. Como exemplo tanto de suas mudanças quanto de suas constantes, debruço-me sobre exemplos específicos dentro do nicho do coletivo Rhima Rhara, criado no começo dos anos 2000, momento de significativa virada nas formas de se fazer rap no Brasil.pt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsopenAccess
dc.subjecthip-hoppt_BR
dc.subjectpoesiapt_BR
dc.subjectlinguagempt_BR
dc.subjectnarrativapt_BR
dc.subjectsignificaçãopt_BR
dc.titleÉ Sempre Rhara a Rhima: Um Ensaio sobre a Poética do Hip-hoppt_BR
dc.typebachelorThesispt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record