Show simple item record

dc.contributor.authorOliveira, Lucas Kerr de
dc.date.accessioned2016-07-08T21:50:57Z
dc.date.available2016-07-08T21:50:57Z
dc.date.issued2016-07-08
dc.identifier.citationOLIVIERA, Lucas Kerr de. Petróleo e segurança internacional: aspectos globais e regionais das disputas por petróleo na África Subsaariana. 379 p. Dissertação de Mestrado(Pós-Graduação Relações Internacionais) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Porto Alegre, 2007.pt_BR
dc.identifier.urihttp://dspace.unila.edu.br/123456789/562
dc.descriptionDissertação apresentada ao Curso de Mestrado em Relações Internacionais da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, como requisito final para obtenção do título de Mestre em Relações Internacionais. Orientador: Prof. Dr. Marco Aurélio Chaves Cepik. 2007pt_BR
dc.description.abstractA importância do petróleo tem sido revisada nos últimos anos, principalmente pelo reconhecimento de sua função estratégico-militar, tanto no século XX, onde o controle sobre este recurso permitiu a ascensão de grandes potências, como em alguns dos conflitos atuais. Estes passaram a incluir a África nas disputas globais por petróleo. O contexto mundial se torna complexo com o aprofundamento da crise petrolífera mundial, em meio a crise de acumulação de capitais e hegemonia, ambas iniciadas nos anos 1970. O aumento dos conflitos regionais e a intensa competição entre as grandes potências por recursos energéticos cada vez mais escassos, passam a ser variáveis essenciais para a análise dos problemas de Segurança Internacional. Neste contexto o continente africano, responsável por 12% da produção petrolífera mundial, ganha ainda maior relevância global por ter dobrado o volume de suas reservas, que na porção subsaariana aumentou quase três vezes desde os anos 1980. As disputas por petróleo se misturam em meio a conflitos históricos ampliando-os e gerando novos ciclos de violência. Nos maiores produtores subsaarianos como Angola, Nigéria e Sudão, ampliam e criam novas disputas entre governo e províncias produtoras. No nível global, corporações estadunidenses e chinesas passam a disputar diretamente o acesso ao petróleo africano, apoiados pelos respectivos governos que intensificam sua presença regional na forma de investimentos, acordos comerciais, diplomáticos e militares, de treinamento e defesa, transferência de armas e instalação de bases militares. Assim, o petróleo se torna central, tanto para entender a atual dinâmica destes conflitos subsaarianos, no nível regional, como nas disputas por influência no subcontinente envolvendo China e Estados Unidos.pt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsopenAccess
dc.subjectPetróleopt_BR
dc.subjectEstados Unidos (EUA)pt_BR
dc.subjectÁfrica Subsaarianapt_BR
dc.subjectPós-Graduação Dissertações de Mestrado
dc.titlePetróleo e segurança internacional: aspectos globais e regionais das disputas por petróleo na África Subsaariana.pt_BR
dc.typemasterThesispt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record