Mostrar registro simples

dc.contributor.advisorRamalho, Fábio Allan Mendes
dc.contributor.authorSousa, Adri Alves de
dc.date.accessioned2018-05-15T18:39:47Z
dc.date.available2018-05-15T18:39:47Z
dc.date.issued2017-12-18
dc.identifier.citationSOUSA, Adri Alves de. Corpo-Espetáculo: O audiovisual como ferramenta de expansão das corporalidades gênerodissidentes. 2017. 88 páginas. Trabalho de Conclusão do Curso de Cinema e Audiovisual, Universidade Federal da Integração Latino-Americana, Foz do Iguaçu, 2017
dc.identifier.urihttp://dspace.unila.edu.br/123456789/3640
dc.descriptionA presente monografia discorre sobre os processos identitários de pessoas gênerodissidentes no meio audiovisual, assim como projeta uma breve cartografia do imaginário relacionado ao corpo bicha no Brasil, a partir das contribuições videográficas de Jorge Lafond na televisão (com sua personagem Vera Verão) e Leona Vingativa (em sua saga "Leona Assassina Vingativa") no ciberespaço.pt_BR
dc.descriptionTrabalho de Conclusão de Curso apresentado ao Instituto Latino-Americano de Arte, Cultura e História da Universidade Federal da Integração Latino-Americana, como requisito parcial à obtenção do título de Bacharel em Cinema e Audiovisual. Orientador: Prof. Dr. Fábio Allan Mendes Ramalho
dc.description.abstractO corpo como um espetáculo? A potência narrativa de Jorge Lafond, na forma engessada da televisão e o realismo amador da websérie Leona Assassina Vingativa, no ciberespaço, trouxeram formas de desapropriação audiovisual que interconectam a linguagem corporal gênerodissidente com os meios tecnológicos de comunicação, resultando em formas de significação que fogem dos preceitos da normatividade. Na era da cibercultura, a noção de espetacularização do eu encontra na virtualidade uma forma política de visibilidade que exprime conhecimentos que atravessam, a todo instante, a produção de saber coletiva em diálogo com as subjetividades não-normativas, definindo formas mais autônomas de representatividade das corporalidades e identidades gênerodissidentes. Apresentando essa outra amplitude videográfica, que provoca o olhar crítico do espectador, inscrevemo-nos na História Audiovisual como forma de desterritorialização do próprio corpo, participando ativamente das produções e não assumindo-nos como meras espectadoras passivas. Portanto, as corporalidades que se fazem presentes nessa monografia expandem as noções de entendimento do corpo, quando se acoplam às tecnologias audiovisuais, promovendo as abordagens sobre representatividade a partir de suas próprias identidades, remixando as características discursivas que operam em conjunto com a sociedade do espetáculo e contribuindo, através de perspectivas outras, com a reconstrução do imaginário coletivo sociocultural, ao proporem dinâmicas multimidiáticas nas quais o corpo está sempre em evidência.pt_BR
dc.description.abstractThe body as a spectacle? The powerful narrative of Jorge Lafond in the cast form of television and the amateur realism of Leona Assassina Vingativa webserie have brought forms of audiovisual expropriation connecting dissident gender body language with the technological means of communication, resulting in other forms of meaning. In cyberculture age, the notion of spectacularization of the self finds in virtuality a policy of visibility that expresses a knowledge that crosses, at any moment, the production of collective knowledge and subjectivities. The gender diversity, through the amplitude it reaches, is inscribed in Audiovisual History as a form of deterritorialization of the body itself in a participatory way and not as a passive spectator. Therefore, the corporalities that are present in this monograph expand the notions of understanding about the body coupled to audiovisual technologies, in a way of confirming their identities, remixing the discursive characteristics operating among with the society of spectacle and conform the sociocultural collective imaginary, by an optics that extrapolates the binarism and contributes with a perspective breaking with the social constructions of the body, through a multimedia way
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsopenAccess
dc.subjectBichapt_BR
dc.subjectAudiovisual
dc.subjectIdentidade
dc.subjectLeona Vingativa - youtuber brasileira
dc.subjectJorge Lafond (1952 - 2003) - ator, comediante, dançarino e drag queen brasileiro
dc.subjectCorpos dissidentes
dc.titleCorpo-Espetáculo: O audiovisual como ferramenta de expansão corporal das potências gênerodissidentespt_BR
dc.typebachelorThesispt_BR


Arquivos deste item

Thumbnail

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro simples